Mudando de assunto…

A vida muda, somos seres em constante mudança e diria que eu sou alguém com uma intensidade um pouco maior.a um texto totalmente fora do contexto escrito ate então.

Então lá vamos nós aos devaneios…

Uma noite escura nada se via além do brilho da lua em meio as nuvens. Mais uma vez ela se via perdida sem rumo de olhos fechados imaginando as ondas batendo nas pedras ao longe querendo fugir da realidade dolorosa que a acometia, algumas miligramas de Rivotril pra manter a mente um pouco menos agitada e pra manter um torpor que dava uma sensação boa

Ela gostava de se sentir entorpecida, na verdade ela queria mais, queria que toda a dor e traumas sumissem depois de uma boa noite de sono.

Ela não gostava da realidade, da vida, das escolhas, das pessoas. Vivia em constante conflito, nunca sentia que estava certa, nunca estava estável.

Ah o maior sonho dela? Era ser normal, psicologicamente estável, emocionalmente forte.

Ela então tomou 3 cartelas de Rivotril aos poucos talvez por isso não tenha causado o mesmo efeito que em 2017, ela queria dormir dias, até sua dor sumir se entorpecer era uma maneira de esquecer a dor mesmo que por alguns momentos, pra ela é difícil enfrentar, por alguma razão ainda desconhecida ela não lida muito bem com conflitos, interessante que é oque ela mais tem, principalmente interiormente.

Se sente só, insatisfeita sempre, nunca nada é suficiente, talvez por 1 semana ou um pouco mais, só que depois torna-se o caos, já ouviu dizer de um amigo próximo que tanto se acostumou que não sabe mais viver sem o caos e que tem a necessidade de administrá-lo. Não sabe oque é viver em paz, feliz, satisfeita. Na verdade não se lembra se isso um dia ocorreu, já que na mente estranha dela as coisas simplesmente se apagam sem ela querer.

Penso que esteja vivendo de forma errada, pelos caminhos errados, escolhendo pessoas e coisas e trabalhos errados, sinto que em algum momento foi condicionada a isso e ali ficou presa, talvez não tenha enxergado, talvez até tenha, mas não sabe como sair.

Um dia poderá ela ser quem realmente é?

Ou ela já é, e queria ser outra pessoa?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s